Dilma, em 2010: “Aécio é um governador exemplar.” Quê!? Pode isso, Lombardi???

Por Fred Lima

Estamos diante de um confronto sangrento entre Dilma Rousseff versus Dilma Rousseff. A Dilma candidata à Presidência em 2010, declarou que o então governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), era um “governador exemplar” – sim, isso mesmo que você leu! Agora, disputando o Palácio do Planalto com Aécio, Dilma tenta desconstruir a imagem de quando o tucano era governador de Minas. Quem está falando a verdade, a Dilma que atesta a competência de um governador ou a Dilma que ataca ferozmente para ganhar votos?

Leia a reportagem:

Fonte: Folha de São Paulo

Fonte: Folha de São Paulo

Opinião: Não cabe mais na cueca

Reprodução

Reprodução

Por Fred Lima

Marcier Trombiere Moreira foi um dos homens detidos pela Polícia Federal com R$ 116 mil em um jato que decolou do Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, e chegou a Brasília por volta das 18h30 de terça-feira.

Marcier trabalhou na campanha do governador eleito de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT). Antes, era assessor do Ministério das Cidades, cargo que exerceu até julho, quando pediu para ser exonerado, visando militar na eleição de Pimentel.

Será que o dinheiro era para ser doado às instituições de caridade? É maldade pensar o contrário?

Enxergamos maldade em tudo. Coitados dos rapazes que viajavam de Minas para Brasília, com o intuito de distribuir os restos da campanha entre os pobres da Capital Federal.

A elite é perversa e tenta destruir a imagem do PT. Bando de maldosos.

Oito anos depois, a moda agora é: quando o dinheiro não cabe mais na cueca, o negócio é transportá-lo de jato.

Da Redação

Deputado do PT diz que “tem dedo forte dos petistas dos Correios” na campanha de Dilma

Por Fred Lima

O deputado estadual Durval Ângelo (PT-MG), foi flagrado em um vídeo que o mostra agradecendo a funcionários dos Correios pela contribuição à campanha eleitoral petista no estado. Em reunião com dirigentes da estatal em Minas Gerais, o parlamentar admitiu que funcionários têm ajudado as candidaturas de Fernando Pimentel, ao governo do estado, e da presidente Dilma Rousseff à reeleição.

Não é a primeira vez que os Correios aparecem supostamente dando a sua contribuição à candidatura de Dilma. Em outro vídeo veiculado na internet, um funcionário da empresa aparece entregando santinhos políticos da presidente candidata à reeleição.

O uso da máquina pública para favorecer qualquer partido político é crime eleitoral.

Da Redação